fbpx

Rede PraJá em pleno crescimento é destaque na Tribuna do Paraná. Aplicativo é bom também para profissionais que buscam mais clientes e clientes que buscam serviços rápidos.

O uso da geolocalização no telefone celular se tornou uma mão na roda para quem busca facilidades online, como transporte urbano, alimentação ou a localização do posto de gasolina mais próximo. Seguindo essa ideia, uma startup de Curitiba chamada Rede Prajá desenvolveu um aplicativo para conectar profissionais autônomos aos clientes mais próximos.

Há três meses, quando foi lançado, eletricistas, encanadores, faz-tudo, professores de inglês, cabeleireiros e até pedreiros estão a um clique de quem precisa. São pelo menos 200 tipos de serviços disponíveis, e a rede cresce na medida em que novos cadastros são realizados.

“A Rede PraJá é uma plataforma digital com o objetivo de acelerar e gerar novos negócios aos prestadores de serviços e também àqueles que querem obter uma renda extra no fim do mês”, explica Jaiton Passos, idealizador e CEO da Rede PraJá. O projeto começou no final de 2015 e ganhou corpo com um sócio investidor. “A partir daí, conseguimos finalizar o desenvolvimento e colocar o aplicativo no ar”.

Como funciona?

Prestador de serviço e cliente precisam baixar o aplicativo e se cadastrar. Depois, o cliente utiliza os filtros para encontrar o serviço que precisa. O prestador de serviços aguarda o aviso do App e, respondendo direto ao cliente, se candidata à realização de um orçamento. Há disponibilidade de serviços 24 horas, com opção de atendimento imediato, no mesmo ou até em dois dias. Não há custo adicional ao cliente da plataforma, mas o prestador de serviços, após os primeiros 30 dias na rede, tem que pagar uma mensalidade de R$ 30,00 para continuar utilizando o PraJá.

Uma semana antes do Natal, em dezembro de 2017, o economista Miguel Bona, de 25 anos, precisava fazer reparo nas paredes e nos caixilhos das portas de casa. Ele encontrou o aplicativo fazendo uma busca na internet e resolveu utilizar. “Não conhecia nenhum prestador desse tipo de serviço. Baixei o aplicativo e encontrei uma pessoa perto de minha casa. No mesmo dia do cadastro, eu já solicitei um orçamento e, em uma semana, meu problema estava resolvido. Achei mais fácil e mais seguro do que fazer uma busca geral pelos sites”, comentou.

A busca pelos prestadores se concentra nos raios entre cinco e cinquenta quilômetros. O aplicativo pode ser usado em qualquer cidade do Brasil, desde que haja cadastros de prestadores de serviço realizados no local. Ao final de cada atendimento, é solicitada aos clientes e prestadores a avaliação do serviço prestado. Até agora, há 770 usuários cadastrados como clientes finais e 692 prestadores de serviços. A média de crescimento tem sido de 12 novos cadastros por dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *